SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PIRACICABA

Dez de outubro: Dia Mundial da Saúde Mental

10 de outubro de 2018 • Leandro Bollis

Todos os anos, no dia 10 de outubro, a Organização Mundial de Saúde celebra o Dia Mundial da Saúde Mental, com o objetivo de sensibilizar o população sobre as  problemáticas que envolve essa temática  em todo o mundo.Apesar dos esforços pessoas com transtornos psíquicos continuam a sofrer preconceito pela sociedade.

Visando auxiliar no rompimento dessa barreira, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Atenção Psicossocial, oferece uma alternativa ao modelo hospitalar de tratamento para pessoas com transtornos psíquicos ou decorrentes do uso abusivo de substâncias psicoativas.

Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) atendem pessoas em sofrimento psíquico e que necessitam de acolhimento e acompanhamento no tratamento de reabilitação psicossocial. Nessas unidades atuam  equipes interdisciplinares e são oferecidos consultas médicas psiquiátricas, atendimentos psicológicos, terapêuticos e atividades artesanais, consultas de enfermagem, acompanhamento medicamentoso e apoio social.

De acordo com Vandrea Novello, coordenadora do Programa Municipal de Saúde Mental, até o final dos anos 70 o tratamento em Saúde Mental estava baseado na privasão da liberdade. “As pessoas com transtornos psíquicos permaneciam em Hospitais Psiquiátricos, por longo período de tempo, sem a estruturação de um projeto terapêutico que priorizasse seu processo evolutivo. Apesar das diferenças, as pessoas tem que estar inserida em seu meio social, inclusive os laços afetivos contribuem na evolução positiva das doenças”, ressalta.

Desde o início da década de 80, Piracicaba vem buscando reformular suas ações para tratamento das pessoas com transtornos mentais, sustentada na compreensão de que as internações psiquiátricas são medias extremas, aplicáveis somente em casos agudos e graves,que necessite de ambiente protegido e precisam acontecer em curto período de tempo para compensar o momento de crise.

Sendo assim, o município busca ofertar  serviços de “portas abertas” que promovam  acolhimento diário e considere  a trajetória de vida da pessoa e as necessidades de cuidado, de modo a e envolver seus familiares a rede de suporte social e recursos do território em seu tratamento e reabilitação.

Rede de Atenção Psicossocial em Piracicaba:

 

Ambulatório de Saúde Mental Álcool e outras Drogas

Destinado ao atendimento de pessoas com transtornos decorrentes do uso abusivo de substâncias psicoativas.
Endereço: Rua Moacir Corrêa, 155 – Campestre
Telefone: 3411-6520
Horário de Funcionamento: das 7h às 17 horas
Acolhimento de casos novos: segundas, terças, quintas e sextas, das 7h às 11h e das 13h às 16h. Às quartas-feiras das 13h às 16h

Ambulatório de Saúde Mental Vila Cristina

Atende a população da Região Oeste, que apresenta transtornos mentais severos e persistentes (transtornos neuróticos, psicóticos e ideação ou tentativa de suicídio). Ou transtornos devido ao uso problemático de substâncias psicoativas.
Endereço: Rua Dr. Antônio Augusto de Barros Penteado, 422 – Jardim Elite
Telefone: 3402-3028 e 3413-4285
Horário de Funcionamento: das 8h às 18h
Acolhimento de casos novos: segundas, terças, quartas e quintas das 7h30 às 11h e das 13h às 16h. Às sextas-feiras, das 13h às 16h

Unidade Bela Vista

Atende a população da Região Centro, Sul e Leste que apresenta transtornos mentais severos e persistentes (transtornos neuróticos, psicóticos e ideação ou tentativa de suicídio). Ou transtornos devido ao uso problemático de substâncias psicoativas.
Endereço: Rua Bela Vista, 665
Telefone: 3432-9964 | 3433-0312
Horário de Funcionamento: das 7h às 17 horas
Acolhimento de casos novos: segundas, terças, quintas e sextas das 7h às 11h e das 13h às 16h. Às quartas-feiras, das 13h às 16h

Unidade Vila Sônia

Atende a população da Região Norte, que apresenta transtornos mentais severos e persistentes (transtornos neuróticos, psicóticos e ideação ou tentativa de suicídio). Ou transtornos devido ao uso problemático de substâncias psicoativas.
Endereço: Rua Dino Bueno, 565
Telefone: 3415-3343
Horário de Funcionamento: das 7h às 17 horas
Acolhimento de casos novos: segundas, quartas, quintas e sextas das 7h às 11h e das 13h às 16h. Às terças-feiras, das 13h às 16h

Unidade Infantojuvenil

Atende crianças e adolescentes até 18 anos, em sofrimento psíquico intenso, decorrente de acometimento por transtornos mentais graves e persistentes ou devido ao uso problemático de substâncias psicoativas.
Endereço: Rua XV de Novembro, 2.517
Telefone: 3434-4732 e 3426-3808
Horário de Funcionamento: das 7h às 17 horas
Acolhimento de casos novos: segundas, quartas, quintas e sextas das 7h às 11h e das 13h às 16h. Às terças-feiras, das 7h às 11h

Casa das Oficinas

Oficina de geração de renda, aberta aos usuários da Rede de Saúde Mental.
Endereço: Rua Jane Conceição, 1738 – Paulista
Telefone: 3434-2210

Residência Terapêutica

Completa com 10 ex-moradores de hospitais psiquiátricos
Endereço: Rua Morais Barros, 1625 – Centro
Telefone: 3411-3707

Consultório na Rua

Oferece acesso à rede de saúde pública à população de rua.
Endereço: Avenida Antônio Corrêa Barbosa, 2233 – 8º Andar – Centro Cívico – Chácara Nazareth.
Telefone: 3403-1261

‹ voltar