SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PIRACICABA

“Dia D” de vacinação contra febre amarela acontece no sábado (29/06)

24 de junho de 2019 • Leandro Bollis

A Secretaria Municipal de Saúde participa no próximo sábado (29/06) do “Dia D” de vacinação contra a febre amarela. Desde o dia 10 de junho, o Governo do Estado de São Paulo promove uma intensificação da vacinação com objetivo de atualizar o esquema vacinal dos pacientes que ainda não foram vacinados. A ação prossegue até 12 de julho.

Desta forma, no próximo sábado, em Piracicaba, a unidade de saúde Crab Piracicamirim estará aberta das 8h às 16h atendendo à população na imunização contra doença. O Crab Piracicamirim fica na Rua Gonçalves Dias, 70, ao lado da UPA Piracicamirim.

Em Piracicaba, a vacina da febre amarela está disponível nas unidades de saúde a todos os interessados desde maio de 2018, quando o Ministério da Saúde determinou a universalização da mesma para o Estado de São Paulo. Sendo assim, desde então, todas as pessoas podem receber a dose, devendo apresentar a caderneta de vacinação.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica (VE), foram aplicadas 14.366 doses da vacina no município no período de 1º de janeiro a 19 de junho deste ano. Em 2018, foram mais de 57 mil doses aplicadas.

Orientações

Devem consultar o médico sobre a necessidade da vacina:

– Portadores de HIV positivo

– Pacientes com tratamento quimioterápico concluído e transplantados

Não há indicação de imunização para:

– Grávidas

– Mulheres amamentando crianças com até 6 meses

– Imunodeprimidos, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (como por exemplo Lúpus e Artrite Reumatoide)

Em caso de dúvida, é fundamental consultar o médico.

Todo o território paulista já tem recomendação da vacinação contra a febre amarela, devido à circulação do vírus silvestre. Nos dois últimos anos (2017-2018), mais de 21 milhões de pessoas foram vacinadas contra febre amarela no estado, número três vezes maior que o total de doses aplicadas na década anterior – 7 milhões de pessoas foram imunizadas entre 2006 e 2016.

‹ voltar