SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PIRACICABA

Médica Flávia Molina torna-se cidadã piracicabana com elogios e emoção

29 de outubro de 2018 • Leandro Bollis
Pessoa de garra. Resolutiva. Competente. Dedicada. A relação de elogios usados para qualificar a médica Flávia de Sá Molina ––que, natural de Ilhéus (BA), se tornou “cidadã piracicabana” nesta sexta-feira (26)–– foi proporcional à importância que ela alcançou na gestão da saúde da cidade desde que assumiu a coordenação da área de urgências e emergências da rede municipal e introduziu mudanças que otimizaram o atendimento.

“Tínhamos um problema muito sério no passado: as nossas UPAs [unidades de pronto-atendimento] sempre congestionadas, os vereadores o tempo todo pedindo vaga. Flávia, com muita determinação, garra e sabedoria, conseguiu equacionar grande parte dos problemas”, comparou Pedro Mello, secretário municipal de Saúde, durante a solenidade que conferiu o título de “Cidadã Piracicabana” à médica.

Autor da cerimônia, o vereador Paulo Serra (PPS) destacou outras medidas, aplicadas por Flávia, que geraram ganhos na saúde local, como a adoção de protocolos para o atendimento de pacientes vítimas de infarto ou AVC. “Gostaria de parabenizá-la por toda a inovação que fez no serviço de emergência, com a introdução de protocolos. A agilidade no atendimento na cardiologia é muito importante, não só para salvar a vida do paciente, mas também para não deixar sequelas”, observou.

O parlamentar disse que a outorga do título é “uma pequena homenagem diante da grandeza que Flávia é para o município”. “Você contribui para salvar a vida de milhares de pessoas, abrindo mão da vida pessoal. Sou testemunha disso: o telefone toca o tempo todo, sempre resolvendo os problemas com precisão, determinação, critério. Faz atendimentos de primeiros-socorros e passa em todas as UPAs avaliando com colegas os pacientes que devem ser internados. É um trabalho que não é para qualquer um.”

Com a presença, no salão nobre da Câmara, de seus filhos, familiares, amigos e companheiros da Secretaria Municipal de Saúde e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), onde também atua, Flávia recebeu o título de “Cidadã Piracicabana” e homenagens de pessoas como Bruno Carvalho, jovem que sofreu um grave acidente de trânsito e teve a vida salva por ela.

“Não é a toda que esta Casa está quase lotada e esta mesa está cheia de autoridades para recebê-la como cidadã piracicabana, porque você é diferente, profissional”, disse o vereador Pedro Kawai (PSDB), que desejou à homenageada “discernimento para continuar sendo uma agente pública que busca soluções”.

“Flávia colocou em prática diversos projetos que otimizaram o atendimento na saúde em Piracicaba. E tem um diferencial: é uma das poucas pessoas que podemos chamar de ‘amiga’, que olha no olho e fala o que tem que falar. Tem o dom de conquistar as pessoas mesmo falando as coisas mais doídas. É muito ética e comprometida”, completou.

“Acompanhamos o trabalho de Flávia e sua equipe e vemos o quanto luta incessantemente na cidade. O trabalho é incansável e exaustivo, mas também compensador e desafiador. Queremos parabenizá-la por não medir esforços quando o assunto é a vida dos piracicabanos”, disse o vereador Wagner Oliveira (PHS).

“Flávia está sempre procurando fazer o bem, sem estar preocupada com o horário ou o dia. É uma justa homenagem, realmente merecida. São os 400 mil habitantes de Piracicaba que estão falando a você: parabéns e muito obrigado por estar na cidade”, declarou Gilmar Rotta (MDB). O vereador fez um agradecimento especial à médica por tê-lo acompanhado na recuperação de uma apendicite. “Sempre estava do meu lado.”

Ele classificou a outorga do título a Flávia como “escolha perfeita”, mesma expressão usada por Carlos Defavari (PSDB), prefeito de Rio das Pedras (SP) também presente na solenidade. “Médico tem uma responsabilidade muito além de outras profissões, porque suas mãos têm o amor”, completou o vereador José Aparecido Longatto (PSDB).

Flávia recebeu o reconhecimento em meio a sorrisos e lágrimas ––a emoção a acompanhou desde o início da solenidade, quando foi recebida no salão nobre por aplausos do público em pé, e durante a exibição de um vídeo que apresentou a trajetória profissional da médica e trouxe depoimentos de amigos e familiares.

Classificando-se de “baiana acelerada”, mas se dizendo “com vergonha” ao ocupar a tribuna após receber o título de “Cidadã Piracicabana”, a homenageada fez menção às pessoas com quem divide o dia a dia. “Quero agradecer a todos os presentes, ao secretário Pedro Mello pela oportunidade de me deixar trabalhar e confiar em mim, à equipe das UPAs e do Samu e a todos que trabalham na Secretaria de Saúde”, afirmou Flávia, ao dizer que a experiência em funções importantes na gestão da saúde local só a fez “crescer como pessoa”.

Também estiveram presentes na solenidade o vereador Ronaldo Moschini (PPS) e o primeiro-tenente Alexandre Garcia Vieira, representando o Corpo de Bombeiros.

 

Texto:  Ricardo Vasques – MTB 49.918 (Câmara de Vereadores)

‹ voltar