SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PIRACICABA

Poliomielite e Sarampo: Saúde define estratégia para ampliar cobertura vacinal

22 de agosto de 2018 • Romualdo Filho

Foi realizada na manhã de ontem (21/08) reunião entre técnicos do Departamento de Vigilância Epidemiológica (VE) e de Atenção Básica (DAB) com a finalidade de traçar estratégia para elevar o índice de cobertura vacinal do município, dentro da Campanha Nacional Contra Poliomielite e Sarampo, iniciada no dia 4 de agosto e com encerramento previsto para 31 de agosto.

Até o momento, faltando apenas 9 dias para encerrar a campanha, foram imunizados 50% do público-alvo, resultado considerado muito baixo em relação à meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS), de vacinar 95% das crianças entre 1 e menores de 5 anos, público estimado de pouco mais de 18 mil pessoas no município. No entanto, cerca 9 mil foram levadas aos postos de vacinação.

A decisão da equipe técnica foi estabelecer parceria com a Secretaria de Educação e com a Saúde do Escolar para levar a campanha às escolas municipais. Essa ação acontecerá de 24 a 31 de agosto.

Para o secretário de Saúde, dr. Pedro Mello, o mais importante neste momento é concentrar esforços no sentido de ampliar a cobertura vacinal. “Não podemos nos descuidar, porque são doenças graves, mas que podem ser evitadas com vacina”, disse. Ele observou também que os pais precisam colaborar nessa empreitada, por uma questão de cidadania e de saúde pública, uma vez que a paralisia infantil debilita a criança para o resto da vida e o sarampo, se a criança estiver com baixa imunidade, pode levar à morte.

Caso de Sarampo no Brasil

O País teve 1.237 casos de sarampo registrados desde o início do ano e enfrenta dois surtos. Segundo boletim divulgado no último dia 14 pelo Ministério da Saúde, havia 910 casos confirmados, com duas mortes, no Amazonas; e 296 casos, com quatro mortes, em Roraima. Há ainda casos isolados em São Paulo (1), Rio de Janeiro (14); Rio Grande do Sul (13); Rondônia (1) e Pará (2). Nesta sexta-feira, 17, foram confirmados dois casos em Pernambuco.

‹ voltar