SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PIRACICABA

Saúde e DRS 10 promovem encontro com prefeitos e secretários da região

8 de agosto de 2012 •

A Diretoria Regional de Saúde (DRS) X, em parceria com a Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu nesta sexta-feira (3) um encontro entre prefeitos e secretários de saúde da região para apresentar as instalações e o projeto do Hospital Público Regional.

Participaram da visita os representantes das 26 cidades que compõe o Colegiado de Gestão Regional (CGR): Águas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Engenheiro Coelho, Ipeúna, Iracemápolis, Itirapina, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

O Secretário de Saúde de Piracicaba, Fernando Cárdenas explicou que o intuito foi mostrar aos representantes da Secretaria de Estado da Saúde e dos municípios da região, além dos técnicos da DRS, o andamento das obras, as instalações e a organização do local. “É uma visita muito importante, pois o Hospital também atenderá os pacientes da região”, completou Cárdenas.

A apresentação do projeto aconteceu no Anfiteatro “Prof. Dr. Urgel de Almeida Lima” e Saguão, que fica no Departamento de Agroindústria, Alimentos e Nutrição da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), das 9h às 12h. (Av. Pádua Dias, 11 – Setor de Alimentos)
 

CGR

Segundo o Ministério da Saúde, o Colegiado de Gestão Regional é integrado pelos gestores municipais de saúde e por representantes dos gestores estaduais, de um conjunto de municípios de determinada região. É um espaço de articulação e pactuação que se constitui como instância capaz de gerar novas possibilidades de gestão no âmbito do SUS.
 

Hospital Regional

Com 200 funcionários contratados pela Tratenge Engenharia, a Prefeitura de Piracicaba mantém em ritmo acelerado as obras civis no bairro Santa Rita. A construção ocupa terreno de 80 mil m², compreendendo 19 mil m² de área construída, para abrigar 126 novos leitos, destinados aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) da cidade e região. A unidade também realizará até 2.000 cirurgias/mês de média e alta complexidade e 700 cirurgias/mês eletivas (não urgentes) que serão atendidas no Hospital Dia.

A estrutura é construída já prevendo ampliação de atendimento, com espaço para dobrar a ala de internação e, consequentemente o número de leitos. O local terá três áreas de estacionamento e um heliponto à pedido da Polícia Militar, para agilizar os atendimentos de urgência. O investimento municipal na obra é de R$ 51 milhões.

A Secretaria de Saúde já iniciou os processos de licitação para adquirir os equipamentos da central de monitoração, sala de cirurgia e autoclaves do Hospital. O projeto da compra havia sido encaminhado ao Governo do Estado, que já repassou à Prefeitura o primeiro lote de dez milhões de reais. O valor total liberado pelo Estado é de 20 milhões.

‹ voltar